Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Sexta-feira e tudo o mais...

A sexta-feira é sempre um dia diferente, pelas rotinas que lhe estão associadas: 
é altura de organizar as produções da semana, separando o que vai para os portefólios e contabilizando tudo o resto. 
Dois responsáveis que escolhem essa tarefa ajudam a distribuir, depois de reconhecidas pelos seus autores, as diversas produções espontâneas (pinturas, colagens, desenhos e outras); 
Depois cada um conta as suas (e já todos sabemos fazê-lo muito bem!) e registamos;
Quem não fez desenho, colagem ou pintura em vez de um número tem uma bolinha, para se lembrar que deverá fazê-lo!
Finalmente, todas essas produções são guardadas nas nossas capas.
Tudo isto demora algum tempo e o resto do dia é passado nas habituais brincadeiras, atividades nas áreas e projetos... como foi o caso hoje:
A entreajuda entre padrinho e afilhado resultou na elaboração com sucesso da pulseira d' "um conto de Natal em contas" com maior autonomia. Os dois exibem orgulhosamente o resultado desse trabalho colaborativo!

O Natal continua a dar o mote para a criatividade... os galhinhos que resultaram da poda da prof. Helena têm proporcionado belas criações natalícias, simples, baratas, sem deixarem de ser originais. Afinal, porque é que as árvores de Natal não podem ser da cor que quisermos?

E os bonecos de neve criados com tampinhas? 
A única ajuda de mão adulta foi o uso da pistola de cola quente para unir as duas tampas!

Já sem falar nos castelos de areia que conseguimos fazer com a nossa areia espumosa... que é tão cheirosa!

E hoje todos levaram para casa um presente no vai-vem: a sua pandora de Natal!
Não se esqueçam de a pendurar no alto da vossa árvore!

E agora para a despedida, não se esqueçam dos TPC da semana passada... quem ainda não trouxe o seu saquinho cheio de Natal, traga-o segunda-feira, para a inauguração do Calendário do Advento e abertura do saquinho correspondente ao dia 1.
Vá lá, não custa nada! 
Ou será que temos papás fixes que pensam assim:

Bom fim de semana!

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Experiência(s) com sentido(s)

Hoje foi dia de experiência(s)... um bocadinho malucas, tal como gostamos.
Esta a nossa educadora viu na internet (sand foam) e achou simples e interessante. 
E só leva dois ingredientes: espuma da barba e areia!
O resultado foi, por isso, uma surpresa para todos!
- Ui, que mistela!
- Mas cheira bem!
- Não é igual à areia cinética. Esta tem cheiro e é molhada!
- E é tão fofinha...
Areia espumosa on PhotoPeach 

As criações natalícias também continuam... com materiais naturais e não só, estamos a experimentar e inventar decorações de Natal, de tal forma que o placar dedicado ao nosso Calendário do Advento (ainda em construção) começa a tomar forma!

Terminamos o dia todos a espreitar o computador, onde dois meninos médios tinham conseguido (sozinhos)  por a dar um filme do Ruca no Youtube.
E era bem interessante, a avaliar pela audiência...

Moderno e a cores era este vídeo, ao contrário das coisas antigas, como este desenho:
- O meu desenho já está pronto!
- Ai é? Não vais colorir?
- Não posso, porque é antigo! As coisas antigas não tinham cores que eu já vi na casa da avó! 
E contra factos assim, não há argumentos! Faz todo o sentido...

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Um conto de Natal... em contas!

Porque devemos partir do que é essencial e este ano, ao contrário do anterior, até nos lembrávamos porque se festeja o Natal...
- Porque nasceu Jesus!
Então fomos revisitar a História do Presépio, através de um livro que narra, em simples passos, o que antecedeu e sucedeu ao nascimento do menino Jesus e sequenciamos esses passos no flanelógrafo...
Seguindo as imagens associamos cada etapa, pelo seu significado, a uma conta colorida... criando assim um padrão com a verdadeira história do Natal! 
Quem diria que a matemática pode mesmo esconder-se em tudo, não é? Até no Natal!
Depois construímos individualmente as nossas pulseiras de contas, seguindo o padrão que, por sua vez, revela a História do Natal! 
Fomos indo buscar as contas às caixinhas de ovos, seguindo a orientação de cima para baixo e da esquerda para a direita, como o sentido da escrita... complicado? Nem por isso! 
Todos fomos capazes de o fazer... e para além de trabalharmos a matemática (raciocínio, cor, sequência, lógica) treinamos a capacidade de atenção / concentração na tarefa e também a motricidade fina, ao realizar o enfiamento das contas na barrinha de chenille.
No final,  conferimos se o padrão estava certo... conta por conta!
Quando a prof. Patrícia chegou fomos capazes de lhe contar este Conto de Natal pelas contas... e ela gostou muito!
E depois ensaiou connosco a nossa participação na festa de Natal, que já começamos a preparar. Não vamos revelar nada, apenas que é muito Natalina ;-)
Terminamos por hoje, esclarecendo que as nossas pulseiras d' "Um conto de Natal em contas" são tão especiais (parecem Pandoras de Natal!) que não vamos usá-las no pulso... não, podiam estragar-se!
Cada um irá pendurar a sua pertinho da estrela, lá no alto da árvore de Natal de casa (quando estiver pronta, que algumas ainda não estão!). Vai ficar mesmo FIXE! 
Como vêem, nós até já experimentamos no mini-pinheirinho cá da sala...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

E um doce... que também não é de Natal!

Algo de estranho se passa... (ou não?) 
Começamos a respirar Natal na Sala Fixe, mas as coisas que temos feito ainda não são (todas) de Natal! Pois não, nem têm que ser...
Hoje fomos solidários e demos uma mãozinha ao Serviço de Prolongamento de Horário e fizemos pela segunda vez este ano, mas desta vez em conjunto com a Sala dos Amigos, doce de abóbora para vender a quem gosta de coisas boas (como esta compota caseira, com nozes e baixo teor de açúcar, que foi muito apreciada na sua primeira edição, de tal forma que esgotou!)
A abóbora era grande mas muito macia, por isso pudemos cortar  sozinhos...
Com jeitinho, cuidado e muita supervisão... e tudo correu bem! 
Mais de 10 kg de abóbora cortadinha em pequenos pedacinhos!
E também aprendemos a fazer raspa de laranja...
E, já de tarde, começamos a inventar decorações de Natal, com pauzinhos que trouxemos do recreio! Também estivemos a escolher o que vamos fazer para oferecer a quem mais gostamos... mas isso é "segredinho, segredinho"!

Terminamos este dia de uma forma original e divertida, pelo menos para os envolvidos:
- Tira-me uma foto!
- Mas queres alguma foto especial?
- Quero assim uma... a fazer caretas!
E a ideia propagou-se... 
E porque não? 
Afinal, de hoje a um mês é Natal e ninguém leva a mal!

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Uma história que não era de Natal...

As conversas por cá começam mesmo a soar a Natal... 
Mas, estranhamente, a história do dia de hoje não era uma história de Natal! 
Não falava do menino Jesus, nem do Pai Natal, não tinha pinheirinho, nem presépio, nem sinos, bolas ou luzinhas a piscar...
Chamava-se "A árvore mágica" e podem conhecê-la aqui.

No reconto que fizemos no final fomos capazes de identificar as personagens envolvidas e de compreender o enredo...
- Mas será que alguém encontra nesta história semelhanças com o Natal?
- Sim! 

E não é que os fixes conseguiram encontrar o Natal nesta história?
Sabem onde estava?
- Na árvore mágica, que  é como se fosse o pinheirinho!
- E nas prendas que nasceram na árvore mágica, que são como as prendas de Natal!
- No Natal também se ajuda quem precisa: dá-se brinquedos às crianças que têm poucos e comida a quem não tem o suficiente. Foi o que aconteceu nesta história!

E depois soltamos a imaginação: como seria se cada um de nós tivesse uma árvore mágica?
Com o que sonharia?
As respostas assumiram a forma de desenhos (alguns não estão aqui porque as fotos ficaram desfocadas)


Eu gostava que na minha árvore mágica nascesse... on PhotoPeach 

Estes seriam os nossos sonhos, se tivéssemos uma árvore mágica:
Duarte: Invisimals e uma bola
Frederico: um bombo
M. João: bolas e uma boneca
Maria: um bolo
Carolina: uma boneca
Gustavo: uma bola
Rui: uma bola
Tiago: a espada do Jake
Miguel B.: a espada do Jake e uma bola
Miguel P.: um puzzle
Sofia: uma bola
Vicente: um carrinho
Ariana: uma princesa
André: uma bola

E então começou a aparecer Natal na nossa sala. Colocaram-se nos vidros os autocolantes de Natal que uma mamã fixe nos ofereceu; foram-se buscar os caixotes de arrumação e começamos a montar o que temos, enquanto não fazemos coisas novas!
Ainda não terminamos... porque tivemos que guardar algum tempo para fazer uma coisa muito importante: agradecer.
Agradecemos a uma família fixe que teve um gesto muito bonito: ofereceu à nossa sala algo que estava já a fazer muita falta. E nós decidimos agradecer desta maneira:
Este pequeno livro com os nossos desenhos, feitos com todo o carinho, é a nossa forma de vos dizer:
- Foi quase como se tivéssemos uma árvore mágica que fizesse aparecer isto na nossa sala!
Foi mesmo ;-)
E obrigada ainda pela oferta ao serviço de prolongamento de horário, vai ser muito útil a todas as crianças que o frequentam. É muito bom poder contar com famílias fixes assim!

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Em "rescaldo" do Dia do Pijama...

Com o PijamArte pronto... toca a "usá-lo"...
E foi uma diversão ;-)

Ora vejam lá se conseguem  identificar nele as obras dos nossos seis pintores do pijama...
Nós conseguimos! :-)

Depois de uma semana bastante intensa, refletimos sobre o vivido e avaliamos: achamos que valeu a pena, aprendemos coisas novas, divertimo-nos, ajudamos quem precisa e correu tudo muito bem! 
Também registamos graficamente o que mais gostamos... curiosamente as opiniões foram bastante unânimes e coincidiram com esta: 
- Gostei muito de tomar o pequeno-almoço na escola!
Cá estão os fixes de pijama, com as suas canecas de leite quentinho e os seus biscoitos!

Para encerrar a nossa participação nesta iniciativa, só falta mesmo contar os donativos que vieram nas Casinhas do Pijama, para fazer a transferência para o seu destino ;-) 

Obrigada a todas as famílias fixes que colaboraram para  que se encontrem abraços e famílias de acolhimento para as mais de oito mil crianças portuguesas que estão institucionalizadas.

E como hoje é sexta-feira, recebemos a habitual visita da prof. Patrícia para a aula de Música, que veio mesmo ao encontro do que estávamos já a fazer: planeávamos o Natal e a professora escrevia as nossas ideias no Diário de Grupo,  em"O que queremos fazer", quando ela chegou com o Falaci e a sua caixinha mágica.
Com a sua ajuda já definimos uma das coisas, que não tinha nome e que baptizamos de "Natalina"... o que será?

Bom fim de semana para todos!


quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Dia Nacional do Pijama - cap. IV e último!

Depois fomos para o almoço e seguiu-se uma (pequenina) sesta... 
- Hum, que bom!

Já de tarde, na sala terminamos o nosso PijamArte que tinha ficado a secar...
E não é que teve que ficar a secar outra vez? 
Agora já prontinho e recortado, mas só amanhã é que o poderemos "usar"!

Terminamos o dia comemorando um aniversário. 
O nosso Rui completou 4 anos e ouviu os nossos parabéns de pijama, como não podia deixar de ser ;-)
Assim foi este nosso dia, muito preenchido e divertido. 
De tal forma que ficamos com vontade de repetir:
Para o ano decidimos voltar a inscrever-nos na Missão Pijama!

Dia Nacional do Pijama - capítulo III

Seguimos para a Assembleia de Escola, a segunda deste ano, que já tínhamos preparado previamente na sala, decidindo a notícia a apresentar pelo nosso Presidente, o Duarte. 

Nela abordamos os direitos da criança, cuja Convenção comemora hoje o seu 25º aniversário (daí ter sido esta a data escolhida para o Dia Nacional do Pijama) e também a importância da família e a vida das crianças que estão institucionalizadas.

Aberta a sessão pelo presidente Tomás começamos pelas notícias de cada sala, sendo que a nossa se centrou na elaboração da Casa Grande dos Pijamas e no trabalho de arquitetura que o processo envolveu, o que foi descrito pelo Duarte.

A nossa educadora contou então a sua PRÉ História "Maria Castanha e Manuel Castanho procuram abraços", criada de propósito para nós e para este evento e que foi publicada no site da Mundos de Vida, a Associação que tem a seu cargo esta iniciativa tão meritória.
Seguiu-se a visualização de dois vídeos, um sobre uma menina invisível e outro sobre os Direitos da Criança... vejam o primeiro, que ilustra a realidade de muitas crianças no nosso país e ajuda-nos a perceber a sorte que temos!


Terminamos com a gravação em vídeo da nossa versão do Hino do Pijama de Pedro Abrunhosa, o que conseguimos fazer à primeira tentativa (e não tivemos tempo para grandes ensaios!)


Pedimos desculpa pela fraca qualidade do vídeo... é que ficou um bocadinho tremido ;-)



Dia Nacional do Pijama - cap. II

Um dia especial é assim mesmo, cheio de coisas fixes e especiais!
Recebemos a visita da Biblioteca Municipal, que nos trouxe a dramatização da história da Maria Castanha... assistimos de pijama e foi ainda mais divertido!
Mas antes ainda convidamos as amigas da BM a tomarem o pequeno-almoço connosco, que era o que estávamos a fazer quando chegaram. Elas são simpáticas e divertidas e gostamos muito de assistir aos teatros que preparam para nós...

Os nossos pais e familiares também podem ver como é... basta levarem-nos aos sábados à Biblioteca Municipal onde, às 10h30m e às 15h, se realizam apresentações de histórias infantis sempre diferentes e engraçadas, seguidas de atividades de expressão. E, ainda para mais, não se paga nada é tudo gratuito!

E, apesar de já ter passado o magusto, esta história veio mesmo a propósito!
Já vão perceber porquê... no capítulo seguinte ;-)

Dia Nacional do Pijama - cap. I

Tal como na história "O menino que não sabia brincar" (que terminamos hoje mesmo) há muito o que contar sobre as vivências deste dia fantástico, em que "crianças ajudam crianças" porque afinal "todas as crianças têm direito a crescer numa família".
 Então decidimos também dividi-lo em capítulos... começamos pelo primeiro: 

Pequeno-almoço de pijama
Chegamos satisfeitos, mas surpreendidos por vir assim para a escola neste dia... afinal, é a primeira vez que tal acontece e não estamos habituados a vir de pijama, pantufas e com um amiguinho de peluche! 
Preparamos as nossas canecas, enquanto o leitinho aquecia e juntamo-nos todos na cantina para o pequeno-almoço em conjunto. Os biscoitos aguardavam dentro da lata e não faltava vontade de os provar ;-)
Comemos e repetimos... os biscoitos estavam uma delícia, os nossos e os das outras salas também, pois partilhamos entre todos aquilo que cada grupo/turma fez. Alguns até os molharam no leitinho... hum!
Gostamos muito de tomar o pequeno-almoço na escola. Foi diferente, mas divertido... e hoje não houve lanche da manhã (por isso, papás, não "ralhem" connosco por levarmos a nossa peça de fruta para trás!)

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

"O dia antes", mais um dia... atarefado!

Começamos o dia com esta lengalenga durante a reunião da manhã...
Através dela fizemos contagem crescente (do 1 ao 10) e decrescente (do 10 ao 1) e identificamos as relações de parentesco mais próximo ;-)

Hoje foi também dia de expressão corporal e o nosso amigo ratinho Falaci, junto com a prof. Patrícia, trouxeram na sua caixinha mágica o jogo dos arcos... que teve 2 campeões!

No âmbito da Missão Pijamaconseguimos acabar a nossa Casa Grande (e fixe) dos Pijamas! 
Está toda forrada a papel de parede e tem divisões em três dimensões ;-)

E claro que continuamos a nossa missão artística
Fazer um PijamaArte, que ainda não ficou pronto... 
- as tintas demoram a secar!
Já está quase pronta a parte do quadro de Miró... a da noite estrelada de van Gogh também e o quadro do Pollock também já está bem salpicadinho ;-) Falta pouco!

Terminamos o dia fazendo biscoitos... outra vez? 
- Não, são outros biscoitos!
Uma iniciativa de meninos de 3 / 4 anos que aproveitaram o Play Foam e a sua caixa para uma brincadeira de jogo simbólico: o forno e os biscoitos!
Estes começaram a assumir formas mais complexas: do círculo, à cobrinha, ao quadrado, ao triângulo e até com a forma de letras dos nossos nomes. Eram lindos e brilhantes!
Depois juntou-se-lhes a pizza e foi tudo ao forno ao mesmo tempo ;-) 
Coisas fixes que só nós sabemos inventar...

E amanhã é o grande dia!
Todos têm que vir para a escola de pijama, trazer pantufas/chinelos, um amigo de peluche e uma caneca. Vai ser um dia super-hiper-mega-FIXE!



terça-feira, 18 de novembro de 2014

Preparando o grande dia...

Já é depois de amanhã e andamos nos últimos preparativos...
Nesse dia 20 de novembro vamos todos tomar o pequeno-almoço na escola! 
É tão bom tomar o pequeno-almoço de pijama, não é? 
E com os amigos, vai ser ainda melhor!
Para isso temos que trazer de casa (além do pijama, das pantufas e do amigo de peluche) uma caneca. Será aí que vamos tomar leitinho quente e biscoitinhos caseiros, feitos por nós!
Mas como são 5 salas a cozinhar biscoitos, decidimos despachar serviço e fazê-los já hoje, (antes que tenhamos de estar à espera que o forno da cantina esteja livre ;-)

Escolhemos esta receita, de um livro que uma mamã fixe ofereceu à nossa sala:
Reunimos os ingredientes e adicionamos nozes às amêndoas da receita, porque a Lídia arranjava-as e assim fica mais económico. Mas as nozes têm que se partir primeiro e para isso usa-se um quebra nozes
Foi o que fizemos com a ajuda da Celeste, partimos nozes ao som da música com o mesmo nome, "Quebra nozes" de Tchaikovsky e continuamos a receita ouvindo (e espreitando) esse bailado no Youtube...

O quebra nozes e os biscoitinhos caseiros on PhotoPeach 

O que é certo é que os nossos biscoitinhos caseiros já estão prontinhos para o Dia Nacional do Pijama, guardados numa lata e tudo... e que cheirinho ficou na cantina enquanto coziam! 
- Huumm... devem estar mesmo uma delícia!

Pijamando... na Arte ;-)

Continuamos às voltas com os pijamas... afinal, estamos na semana deles ;-)

E assim conhecemos a Viviana, sabem quem é? 
É a rainha do pijama, não podia cá faltar! 
Por isso ontem trouxe-nos a sua história, que veio mesmo a propósito:
Então não é que a Viviana deu o mote para uma proposta artística?
Fazer um pijama gigante com ajuda de pintores famosos!
Não nos fizemos rogados e pedimos à Sofia para ser o modelo deste pijama-maior-de-todos.
Ela aceitou e deitou-se em cima de...
- O maior caderno do mundo... deve dar para fazer os deveres de 3 dias! 
(fala a experiência de quem tem irmãos mais velhos ;-)
Então fizemos o contorno do seu corpo todo, menos a cabeça, afinal...
- Ninguém veste pijama na cabeça!

Depois revisitamos seis pintores famosos e pedimos-lhes ajuda para decorar o  nosso pijama, escolhendo uma obra de cada um. São eles: Juan Miró, Vincent van Gogh, Jackson Pollock,  Piet Mondrian, Paul Klee e o português João Vieira. E estas são as suas obras:
Foi só distribuir todos os fixes por seis pequenos grupos, com um dos mais crescidos como responsável e - Mãos à obra pintores do pijama!
Ainda não terminamos... temos que deixar secar a primeira fase, amanhã continuamos!

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Para que saibam e não se esqueçam...

O essencial no jardim de infância, dito por Eduardo Sá:

Robertices ;-)

Começamos bem a semana... com a peça "Robertices" de Luísa Dacosta, levada à cena pela Companhia Atrapalharte.

Foi, como vem sendo hábito há já 3 anos, mais um momento teatral bem divertido e cheio de boa disposição... embora com alguns sustos à mistura, para os mais pequenitos ;-)
(nada demais, só estranharam o elevado entusiasmo dos atores...)
Aqui fica o slideshow com alguns dos melhores momentos...

Robertices on PhotoPeach 

E foi assim... muito fixe!

Agradecemos à Associação de Pais que patrocinou os bilhetes para filhos de sócios, tornando mais acessível a todos mais esta experiência teatral!

sábado, 15 de novembro de 2014

E ainda a propósito do PIJAMA...

... o que é que ele nos faz sentir?
Bem, quentinhos, fofinhos, confortáveis, em casa, agradáveis, em família.

Tal como nós, há um ursinho dorminhoco que também gosta muito de andar de pijama?  :-)
O tempo arrefeceu e ele foi ao armário buscar os seus pijamas mais quentinhos, mas misturou-os todos! Então pediu-nos ajuda para descobrir de quantas maneiras diferentes se conseguem combinar as peças... 
Primeiro colorimos os casacos, as camisolas e as calças de pijama e depois foi só recortar, manipular e descobrir a resposta: são 4 os conjuntos diferentes  que conseguimos formar ;-)
Também demos a segunda mão de pintura na Casa Grande dos Pijamas...
E decidimos decorá-la, a toda a volta, com meninos (feitos seguindo a revista AMAG, de arquitetura para crianças). Para isso tivemos que dedicar-nos a fazer canudinhos de papel:
É um trabalho que requer paciência e concentração... com a ajuda da cola líquida, fomos enrolando papel de revista muito apertadinho, para formar canudinhos. Tivemos que fazê-los de vários tamanhos, para depois, com eles, construirmos as pessoas de papel:
O Miguel B. até sugeriu fazermos assim a representação das nossas famílias, o que achamos uma boa ideia!
O pior é que já fomos menos outra vez: terminamos a semana apenas sete :-(
Mas fomos sete luzinhas bem acesas e brilhantes (esta semana não houve nem uma apagada!) fizemos todos os trabalhos planeados e ganhamos mais um autocolante no vai-vem ;-) 
E isso é Fixe, não acham?


Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos