Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

À descoberta das cores mistério

Hoje fizemos uma experiência diferente, mas usando os ingredientes da última: bicarbonato de sódio, vinagre e corantes alimentares. A reação química que produzem (o ácido acético do vinagre + o bicarbonato de sódio) parece uma explosão, pois gera gás carbónico e pode ser utilizada de variadas formas divertidas. Esta foi mesmo do agrado de todos:

À descoberta da cor mistério
Contamos com a colaboração da Celeste que, sem nós vermos, preparou os materiais:
Uma colher e um copo para cada um: nas colheres, uma gota de corante alimentar, coberta com bicarbonato de sódio até não se ver a respetiva cor; nos copos, vinagre (menos de meio copo).
Depois cada um de nós colocou em prática o procedimento, que era muito simples: deitar o conteúdo da colher no copo e mexer bem. Ao misturar o bicarbonato com o vinagre, produz-se uma espuma que se vai tornando da cor do corante escondido, revelando assim a cor mistério!
Como só havia corantes das três cores primárias, algumas das cores mistério que apareceram fizeram-nos pensar nas misturas necessárias para as fazer...
Descobrimos todas as cores mistério e divertimo-nos bastante com esta experiência de bonito efeito (basta ver as nossas caras neste slideshow). 
No final, com tantos copos cheios de cores, montamos um arco-íris ;-)
Foi uma experiência mesmo fixe!


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

A pé, pelo caminho...

... em direção ao consultório dentário de Vila Franca, para o nosso rastreio anual, vimos coisas muito bonitas e fomos conversando acerca delas. 
Tivemos sorte, pois não choveu como estava previsto. mas foi só porque o Rodrigo B. foi todo o caminho a "falar com o sol":
- Vá sol, não desistas, brilha! Anda connosco, só mais um bocadinho! Vá lá sol, não desistas!
Valeu bem na pena!
A Drª Daniela e a D. Flora foram muito simpáticas connosco, como é hábito e fomos todos muito bem recebidos. Já ninguém fica nervoso por ir à dentista, estamos habituados :-D 
E gostamos tanto daquela cadeira que sobe e desce...








As notícias que recebemos é que não foram todas brilhantes :-(

Pais, ajudem-nos a olhar pelos nossos dentinhos, mesmo que sejam ainda de leite. Embora muitos de nós já tenham vários dentes definitivos. 
Temos que lavá-los sempre depois das refeições e antes de deitar e já podemos começar a utilizar o fio dentário e o elixir, que ajudam a proteger os nossos dentes dos ataques da placa bacteriana, que destrói o esmalte e provoca as cáries.

No regresso tiramos fotos, como não podia deixar de ser... vejam lá estes lindos pedacinhos de Vila Franca:



terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Quase a chegar a 100...

É assim mesmo que estão os votos no nosso Hino da Fruta.
Depois do apelo que foi para casa, demos um salto na classificação!
Ora vejam:


Muito obrigada a todos!
Estamos a liderar o concelho de Viana do Castelo, mas ainda faltam alguns dias...

Até 10 de Março lembrem-se de nós... e vão tomando mais uns cafézinhos 
;-)

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Um apanhado 3 em 1 ;-)

O momento era de reunião do grande grupo, mais precisamente ao final da tarde, na "hora da luzinha" quando avaliamos o nosso comportamento e desempenho ao longo do dia preenchendo o "Quadro dos Fixes"...
Tinha surgido um pequeno conflito entre dois meninos grandes e estávamos a tentar perceber o que, de facto, se passou:
G: - Eu disse assim: quero um estalo. E ele deu-me! Mas deu-me de força e eu queria devagarinho...
T: - Eu não sabia, ele pediu e eu dei...
Resposta pronta do mais pequenito da sala:
M: - Olha, o meu avô costuma dizer assim: Temos pena!

Acrescenta então outro menino dos grandes:
- O meu avô também costuma dizer coisas dessas! Quando eu lhe digo alguma mentira, ele descobre e diz: Cantas bem, mas não me alegras!

Um dos mais novos começou a chorar sem ninguém ter percebido porquê... perguntei-lhe:
- O que se passa? Estás a chorar porquê?
Não respondeu e um colega dos mais velhos encontrou a resposta certa:
- Olha, está a chorar porque é humano!

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Para a Íris, de todos nós ;-)

Já lá vai algum tempo desde esta postagem (Saudade) mas só agora conseguimos terminar o trabalho que iniciamos há umas semanas... 
Aqui fica a resposta que a nossa menina merece, depois de nos ter presenteado com o seu vídeo "A nova aventura da Íris".
Também foi elaborada em formato de video, como não podia deixar de ser...
Cada um de nós decidiu o que queria dizer e em que espaço da sala/escola o faria e depois foi só gravar...
Algumas cenas ficaram algo prejudicadas pelo ruído de fundo da sala, mas não há nada a fazer, nós somos mesmo muito faladores ;-)
Esperamos que a Íris e a sua família gostem do nosso video de resposta!

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Espontaneamente...

...os tons de azul, rosa e verde combinaram tomar conta da nossa área da pintura...

...os padrões matemáticos começaram a nascer na área da colagem, com massas...


... a área da biblioteca transformou-se em sala de aula, sendo a Mariana a professora e o Duarte o aluno. A aula foi sobre dinossauros (aproveitando o novo livro com lanterna mágica, que nos permite usar o sentido da visão de uma forma surpreendente) e correu muito bem!


...a Anita, o Rodrigo P. e a Leonor juntaram esforços para fazer crescer um tapete de pentaminós... e conseguiram usar todas as peças!

Há sempre tantas coisas que acontecem espontâneamente numa sala de jardim de infância... e para as muitas que se conseguem captar, existem outras tantas a que não se consegue atender...

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Poetizando... com os sentidos!

E porque a poesia se pode fazer com tudo... hoje poetizamos olhando as coisas através dos 5 sentidos. O desafio era simples... pensar numa palavra (podia ser uma coisa, um sentimento, uma emoção) e depois descrevê-la usando os 5 sentidos. Começamos, pé ante pé, assim:

Amor

Vejo o amor em forma de coração,
Ouço-o no bater do meu coração,
Tem um sabor doce, de paixão,
Tem cheirinho a perfume,
Sente-se quentinho, no coração aceso e brilhante.

Seguiu-se, curiosamente, outro sentimento...

Amizade

Vejo a amizade em pessoas felizes,
Ouço-a nos risos das crianças,
Sabe a um sabor delicioso, de chocolate,
Cheira muito bem, cheia a morango,
Sente-se molinha, como o algodão doce.

Depois arriscamos descrever uma coisa...

Flor

Vejo a flor em cor de rosa,
Ouço o som do vento a soprá-la,
Tem um sabor doce como o mel,
Cheira bem, ao pólen e ao mel,
Sente-se macia, como uma almofada de algodão.

E terminamos voltando às emoções...

Medo

Vejo o medo como um ladrão,
Ouço-o como o grito de um fantasma,
Sabe a picante, como o piripiri,
Cheira mal como o caldeirão das bruxas,
Sente-se frio, gelado como uma pedra.

Afinal, é fácil e divertido poetizar e nem precisa de rimar!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Estrelas com sabor a pêssego!

Foi o que comemos hoje ;-) a sério!
Tudo começou com o livro "A girafa que comia estrelas" de José Eduardo Agualusa, que conhecemos esta semana. Desta vez a nossa educadora leu a história e como estivemos muito atentos conseguimos recontar e ilustrar. Eis alguns exemplos em desenho e pintura:


No final, o Tiago R. disse: - Gostava tanto de provar dessas estrelas com sabor a pêssego!
Então decidimos fazer biscoitos, em forma de estrela e com pêssego e procuramos no Google uma receita. No dia seguinte, comprados os ingredientes, foi só "meter as mãos na massa"...
Com esta atividade de culinária demos continuidade ao trabalho de ontem, exercitando quase todos os 5 sentidos: vimos usando a visão, amassamos usando o tato, cheiramos usando o olfato e provamos usando o paladar. Só não deu mesmo para ouvir usando a audição...
Depois de prontos, convidamos os amigos da sala ao lado para o lanche...
Mas antes ilustrarmos a receita. E querem saber uma coisa? 
Cada vez escrevemos e desenhamos melhor!
Foi um dia muito preenchido... e saboroso!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Rastreio Visual

Hoje decorreu a habitual atividade de rastreio visual a todas as crianças da EB1/JI, com a simpática colaboração da Ótica Alain Afflelou, em Viana do Castelo.
Depois de uma conversa para relembrar conceitos já abordados sobre os 5 sentidos, exercitamos a nossa memória e ainda aprendemos mais algumas coisas...
Seguiu-se o momento espreitar na máquina, para ver a casinha e assim detetar dificuldades visuais. Como estavam todos presentes, todos fizeram o rastreio:


Os resultados deste rastreio já seguiram no vai-vem para todos os pais tomarem conhecimento e agirem de acordo!

Parabéns Miguel!

O nosso "maior de todos" (ao contrário :-) fez 4 anos no dia 16!
Lá em casa houve uma grande festa e todos foram convidados, mas alguns não puderam ir...
Por isso a mãe do Miguel trouxe à sala bolinho da festa para os outros poderem provar ;-)
Chegou para todos nós e ainda convidamos os amigos da sala do lado... ninguém se fez rogado, o bolinho de chocolate estava, como sempre, muito bom!
E a partir desta data, já não há ninguém com 3 anos na Sala Fixe, está tudo mesmo muito crescido... a começar pelo nosso Miguelito!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

"Viagens Literárias" - o epílogo

No início desta viagem sobre a Lenda de ViAna, não estávamos a perceber muito bem alguns conceitos geográficos envolvidos: de que lado do rio estava a princesa, como se chamava esse sítio, qual era o outro lado do rio e que terra era essa afinal...
Então passamos a concretizar, criando uma representação tridimensional dessa realidade (ou, como dizem alguns fixes fãs do Disney Channel, fazendo Viana à moda do Art Attack).

E este foi o resultado de algumas horas de trabalho colaborativo na área dos projetos... usando tão-só material reaproveitado, colas e tintas:
Na margem norte do rio Lima, Viana, o monte de Santa Luzia 
(com a basílica e a citânia, ao fundo), o castelo e a princesa Ana.
O rio Lima, a ponte e a margem sul (Darque) 
com as casas, o rapaz e o seu barco.
 A maquete completa, com a Lenda de ViAna contada a três dimensões.

E não é que, desta forma, ficou tudo bem mais fácil de compreender?

 Educar é tornar tudo o que já sabemos mais rico e mais simples. 
Mais simples de entender e mais à mão para mexer.

Eduardo Sá

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos