Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quinta-feira, 30 de março de 2017

Procurando explicar o que não tem explicação...

Hoje foi o dia escolhido para, em conjunto com a Sala dos Amigos, partirmos à descoberta da ressurreição ;-) 
Na verdade, todos tínhamos ficado intrigados com a História da Páscoa Cristã, principalmente com o que aconteceu a Jesus depois de morrer... então hoje realizamos uma atividade para tentar explicar o que não tem explicação!
Reza a história que, depois de morrer, o corpo de Jesus foi untado com óleos, envolvido em especiarias e depois embrulhado num lençol, sendo colocado num túmulo (gruta/caverna) com uma porta feita de pedra, muito pesada. Conta ainda que Maria Madalena, uma amiga de Jesus, quando chegou ao túmulo, encontrou a porta aberta e Jesus tinha desaparecido, só estava o lençol no chão. 
Foi isso o que procuramos simular...
Usamos um marshmallow para representar o corpo de Jesus; a manteiga derretida representou os óleos; o açúcar amarelo misturado com canela representou as especiarias e a massa folhada serviu como o lençol que embrulhou o corpo de Jesus.
À vez, todos experimentamos o processo de molhar o marshmallow na manteiga, passá-lo no açúcar com canela até ficar revestido e, por fim, embrulhar tudo muito bem embrulhadinho na massa folhada.
O túmulo (depressa adivinhamos) ia ser o forno
E lá foram todos os "Jesus" embrulhadinhos lá para dentro... 
- O que irá acontecer agora? 
A grande maioria achou que o marshmallow ia desaparecer, tal como aconteceu com Jesus, mas houve alguns de nós que não concordaram, achavam que ia continuar lá dentro!
Depois de 30m de forno, abriu-se a porta e saíram, bem tostadinhos (alguns até demais!) os nossos pasteis da ressurreição. Abriu-se um, para verificar o que tinha, de facto, acontecido (todos estavam muito atentos e curiosos) quando vimos que...
... o marshmallow não estava lá, tinha desaparecido!
- Eu sabia! Foi para o céu como o Jesus! - exultou o V, muito satisfeito por ter acertado com o seu prognóstico.
Mas também houve quem achasse que o marshmallow tinha, simplesmente, derretido... ;-)
Todas as opiniões contaram e todas fizeram parte deste momento comum, invulgar e divertido de aprendizagem, que procurou fazer concreto o que é abstrato, tornando um pouco mais real aquilo que vemos e ouvimos em tempo de Páscoa.
E o que é certo é que o lanche da tarde foi muito mais saboroso!
Para além do leite escolar cada um comeu o seu Pastel da Ressurreição... e todos gostaram, - É docinho e tem o cheirinho da canela.
- Hum, que delícia, não há mais?
Não, não havia mais, pois cada um só fez o seu. 
Mas os papás e mamãs fixes e amigos podem fazer em casa, a receita é bem simples como vêem!

Amanhã toda a malta fixe vai portar-se como gente grande, que a professora vai buscar as nossas bandeiras eTwinning à Universidade do Minho :-)

quarta-feira, 29 de março de 2017

Podíamos chamar-lhe "pintura de remoínho"...

Pois, o nome assenta-lhe bem!
Foi a técnica que hoje relembramos (e alguns dos fixes novos aprenderam), usando um escorredor de alface ;-)
Só precisamos de tintas diversificadas (e um pouco aguadas), pratos de papel, um escorredor de alface... e força nos braços, para rodar bem o manípulo!
Foi muito procurada e motivadora esta atividade, que conseguimos realizar em total autonomia :-) e quando alguém teve dificuldade em rodar o manípulo e segurar o escorredor ao mesmo tempo, logo um amigo se dispôs para ajudar!
Os resultados são fantásticos:
- Parece que a tinta explode!
Até descobrimos um fixe numa das pinturas de remoínho :-) conseguem vê-lo?
Também elevamos a pintura (no cavalete) a outro nível... em cima das cadeiras!
Mas o dia começou com a habitual aula de música e a prof. Marisa trouxe-nos as famílias de instrumentos: madeiras, metais e peles. Tocamos diversos destes instrumentos e também os escutamos, fazendo a sua discriminação auditiva.
No final, toca a arrumar! 
E como o xilofone e o metalofone são grandes e pesados, tivemos que encontrar uma solução para o conseguir fazer: essa solução foi a colaboração.
O resto do dia foi ocupado em brincadeiras e pequenos projetos individuais de Páscoa..
Tal como prometido, aqui estão os registos que ficaram prontos do jogo de dominó com algarismos:



Ainda há alguns para finalizar, amanhã continuamos!
Até lá...

terça-feira, 28 de março de 2017

Conversas de Páscoa... mas não só!

Começamos o dia com muitas conversas, desta vez sobre a Páscoa que se aproxima. E porque as festividades não são só datas no calendário, apareceram lá por alguma razão, fomos à procura dela!
As nossas opiniões, desta vez, não eram muito diversas. Achamos que a Páscoa existe...
- Por causa do coelhinho da Páscoa!
- É para ele dar ovinhos de chocolate aos meninos.
- E amêndoas...

Já por altura do Natal tínhamos tido uma conversa parecida e houve quem se lembrasse que o Natal não existe por causa do Pai Natal, 
- Eu acho que é porque nasceu o Jesus! 
- Pois é, as pessoas até fazem o presépio...
- E depois os Reis Magos deram os presentes ao Jesus e por isso apareceu o Pai Natal, para dar presentes aos meninos.

- Então e quanto à Páscoa?
- Eu acho que na Páscoa também aconteceu alguma coisa ao Jesus... mas não me consigo lembrar! - disse o V.
- Então se no Natal Jesus nasceu, na Páscoa...
- Morreu!
- E quando alguém morre, o que se faz, uma festa?
- Não, um funeral! - respondeu, convicto, o R. (4 anos).
- E o que é isso?
- É quando se põe as pessoas num caixão e se leva para o cemitério...
- Quando isso acontece faz-se uma festa?
- Não, as pessoas choram e ficam tristes...
- Então se calhar a festa da Páscoa não é porque Jesus morreu, é por outra coisa...

E o mistério foi esclarecido sem respostas prontas, através de uma PRÉ História... que conta uma história da História:
Chegamos à conclusão que a Páscoa existe porque Jesus, depois de morrer, ressuscitou.
Não sabemos bem dizer a palavra, ou perceber o que isso é, mas o V. tentou explicar:
- É que depois de morrer o Jesus voltou a viver e subiu ao céu!
Combinamos fazer uma experiência para tentar perceber melhor tudo isso... aguardemos!

Em grande grupo aprendemos um novo jogo, usando as peças de dominó (inspirado aqui):
Fizemos vários círculos numa folha e atribuímos um algarismo diferente a cada um deles. 
Depois procuramos peças de dominó cuja quantidade indicada pelas pintas (a soma dos dois lados da peça) correspondesse ao algarismo do conjunto. Foi um desafio fácil de perceber, embora no início não parecesse... até os mais pequeninos o fizeram com sucesso!

Não foi muito fácil de representar, mas essa foi uma necessidade que sentimos, porque só temos um jogo de dominó e os outros também precisavam das peças! Amanhã terminaremos de registar graficamente as diferentes opções que cada um conseguiu encontrar para cada um dos algarismos de 0 a 10, ou seja, basicamente fizemos decomposição de números, isto aqui, mas de uma forma muito mais divertida e gira:
Foi uma experiência interessante pois, tal como referem as OCEPE (2016):
"As crianças aprendem a matematizar as suas experiências informais, abstraindo e usando as ideias matemáticas para criarem representações de situações que tenham significado para elas e que surgem muitas vezes associadas a outras áreas de conteúdo."

Claro que também demos continuidade ao que temos em mãos... brincadeiras e pequenos projetos de Páscoa que já estão a nascer: 
Alguns deles implicam usar bastante a tesoura e como a prática leva à perfeição, estamos a recortar cada vez melhor ;-)
Matamos saudades de amigos que regressam após dias de ausência... com pequenos gestos de carinho e companheirismo:
E fizemos muitas produções, pinturas, desenhos, colagens, como fazemos quase todos os dias... só que, às vezes, pedimos para a professora fotografar. 
Ontem o T. e hoje o V. fizeram-na prometer que ia por estas duas fotos aqui no Bloguefólio:
Este desenho tem muitos foguetes e um caminho cá em cima, estás a ver? 
Está lá um fixe ;-)
Esta colagem tem todas as coisas de que eu gosto... 
mas eu sei que algumas não são muito saudáveis!

Assim crescemos mais um bocadinho neste dia... mesmo que às vezes nos custe a esperar!
- Nunca mais vem a minha comida - protestava o R. logo que acabou a sopa.
- Calma, as senhoras cozinheiras estão a servir, tens de esperar um bocadinho...
- Olha, é bom esperar, sabes, é sinal que estás a crescer! - rematou o V. com toda a convicção.
Até amanhã...

segunda-feira, 27 de março de 2017

Mais uma partida, mais uma viagem... que começou no mercado!

... Ou melhor, mais uma segunda-feira, mais uma semana, que começou cheia de novidades para contar, algumas muito especiais ;-)
Hoje o dia também era especial: era dia de visitas!
As nossas colaboradoras do Programa PASSEzinho, a Nutricionista Susana e a Enfermeira Isabel vieram cá dinamizar a atividade "Mercado da Roda dos Alimentos"...
Começou com a história da família Nabiça, que foi às compras ao mercado, para a festa de anos da sua filha Anita. Compraram alimentos saudáveis em todas as bancas e a festa foi um sucesso! 
No final, reconstruímos a história através um jogo em que completamos as páginas de um grande livro, com as bancas e respetivos alimentos...
Gostamos muito e participamos com interesse e empenho. 
Aprendemos coisas que para alguns de nós foram novidade:
- Que a batata é um cereal, tal como as castanhas.
- Que o tomate pode ser incluído em duas bancas: nos hortícolas e nas frutas.
- Que as leguminosas são grãos e são primas dos legumes ;-)
- Que devemos beber 8 copos de água por dia
Muito obrigada pela vossa visita e até à próxima!

De volta à sala e às nossas atividades e projetos, pusemos mãos à obra na preparação daquilo que escolhemos fazer para a Páscoa que se aproxima:
Como optamos por coisas diferentes (coelhos/coelhas, cenouras, cestos...) ao gosto de cada um, houve que começar por alguma e tocou em sorte aos coelhos e coelhas serem os primeiros.
Paralelamente, nas outras áreas, matavam-se saudades de um amigo que regressou hoje após doença, cheio de vontade de fazer coisas!
 Pinturas: os arco-íris encheram a sala de cor, já que o dia esteve escuro lá fora...
Algarismos: o nosso quadro preto já é velhinho e as coisas que escrevemos nem sempre se vêem muito bem, por isso estes dois amigalhaços estiveram a passar por cima com giz de cor o que lá estava escrito- Vê-se muito melhor, não achas?
Entretanto, na mesa do lado decorria este animado jogo de damas!
O lobinho cinzento e o coelho Bochechas queriam fazer um teatro de fantoches... 
talvez por hoje ser o Dia do Teatro! Mas envergonharam-se perante o público!
Para a próxima terão que ser mais corajosos...
Os desenhos a metro continuaram a cativar alguns fixes que ainda não tinham experimentado... e parece que ficaram adeptos!
E o dia terminou, mais uma vez, com todas as luzinhas do coração a brilhar :-)
Fixe, não é? ;-)
Até amanhã!

Aviso:
Quem ainda não o fez, não se esqueça de trazer o seu portefólio esta semana, pois está na altura de começarmos a colocar lá as evidências do nosso desenvolvimento durante este segundo período!

sexta-feira, 24 de março de 2017

"Desenhar a metro"... e manter bonita a nossa horta :-)

... foram as atividades a que dedicamos mais tempo hoje.
O último dia útil desta semana começou como habitualmente, com todos em grande grupo e ao redor da mesa grande, onde organizamos, distribuímos e contamos as nossas produções, decidindo o seu destino: capa ou portefolio. Também finalizamos o placar onde está a nossa "Primavera a mexer"...
Houve que dedicar algum tempo a finalizar os registos da atividade "As máscaras do leite" do Programa PASSEzinho, que realizamos ontem...
Com alguma ajuda, todos conseguimos representar o vivido, identificando as máscaras do leite que ontem descobrimos.
E dedicamo-nos com entusiasmo a fazer... desenho a metro!
Desenhamos com crayon de cera de abelha, sobre papel de rolo, do tamanho que quisemos.
Depois do desenho pronto, foi só cortar a folha ao tamanho certo.
Foi uma experiência diferente, num suporte diferente e com materiais de escrita diferentes... claro que os resultados foram também diferentes do habitual!
Quem já experimentou, gostou, de tal forma que todos decidiram colocar estes desenhos a metro nos seus portefólios :-)
De tarde e apesar de algum frio, com os casacos vestidos  logo de pois do recreio fomos fazer manutenção à nossa Horta de Avós e Netos: havia que cavar, retirar ervinhas, paus e pedras e plantar mais algumas couves... 
Verificamos o estado do compostor e colocamos pauzinhos sobre as cascas de fruta e restos de vegetais, alternando as camadas para produzir o composto...
No final varremos e limpamos tudo, para a horta ficar bem organizada e bonita!
Foi mais uma semana que terminou, esta com todas as luzinhas do coração bem acesas e brilhantes... em todos os dias! Até houve foguetes... que felicidade! ;-)
Bom fim de semana!

quinta-feira, 23 de março de 2017

PASSEzinho, com a Sala dos Amigos

Como sabem, este ano participamos no Programa PASSEzinho, que é a parte do programa PASSE (Promoção de Alimentação Saudável em Saúde Escolar) dedicada aos jardins de infância e que visa promover a adoção de comportamentos promotores da saúde.

Hoje o dia incluiu duas atividades de Alternativas Saudáveis, as quais permitem trabalhar competências de decisão por parte das crianças e que realizamos em conjunto com a Sala dos Amigos: de manhã eles vieram à nossa sala e de tarde fomos nós à deles ;-)

Sabemos que o leite puro é branco e tem um sabor muito próprio, que não é doce. 
Por isso, por vezes misturamos-lhe outras coisas, que lhe dão sabores e cores diferentes: são as máscaras do leite e fomos descobri-las:
No total descobrimos 6:
Da opção menos saudável para a mais saudável, cá estão elas:
Leite com muito chocolate, leite com açúcar, leite com café, leite com pouco chocolate, leite com cevada, leite com morango e, claro, o leite branco simples.
No registo individual que fizemos depois, decidimos qual/quais a/s alternativa/s mais saudáveis aos diversos tipos de leite:
 (6 anos)
 (5 anos)
(3 anos)
Ficaram ainda vários por terminar, pois é necessário tempo e concentração para o fazer bem feito... mas amanhã tratamos disso!

A outra atividade decorreu de tarde, desta vez na sala do lado, onde conversamos sobre a publicidade que vemos aos alimentos, principalmente na televisão e nos panfletos de supermercados...
Conversando, chegamos à conclusão que os alimentos mais anunciados não são os mais saudáveis... e que esses, coitados, nunca aparecem na publicidade!
- "Então e eu? Também quero publicidade!" - podiam perguntar os alimentos saudáveis ;-)
E com toda a razão, por isso nós fizemos-lhes a vontade, escolhendo os que iriam ser anunciados por nós...
Organizamos quatro pequenos grupos de trabalho, um por cada alimento saudável e os escolhidos foram: banana, frango, couve e ovos.
Estes são os cartazes publicitários que construímos, na companhia da Maria PASSEzinha, a nossa mascote neste programa:
Por hoje é tudo... até amanhã!

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos